the beautiful homes...and ours

10.1.12
Decorate [book]Decorate [book]Decorate [book]Decorate [book]Decorate [book]Decorate [book]
 
no natal ofereci à minha irmã, o livro decorate da holly becker e da joanna copestick. devo dizer que é um belo livro, com excelentes fotografias e uma selecção de casas muito bonita. para além disso o livro está escrito com uma linguagem muito acessível, esquemas e plantas das casas a explicar como as divisões dos espaços foram feitas e alguma ideias e truques a ter em consideração em cada estilo apresentado. é um livro simples, dirigido a pessoas comuns que gostam de casas para se viver e de se deliciarem com belas fotografias e espaços.
claro que todos sabemos que estas casas não são exactamente assim, no que diz respeito ao estado em que são apresentadas, claro que não. todas são preparadas para as sessões fotográficas e são 'arranjadas' nos seus aspectos menos bons, dando sempre destaque aos melhores. mas penso que o 'feeling' das casas deve estar lá, não acredito que vão escolher uma casa para depois a transformarem.
ora, agora perguntamos a nós próprios: 'se eu pegar na minha máquina e desatar a fotografar, vou ter uma reportagem destas?'. todos sabemos que não, e não é por causa da qualidade das fotos, mas sim daquilo que fazemos das nossas casas. acho que ninguém está completamente satisfeito com a sua casa. ou são os móveis que não eram os desejados, ou os erros que se cometem quando se compra tudo de uma vez e nos mesmo sítios, ou a desarrumação e a tralha que cresce dia para dia e não sabemos o que fazer com ela. para mim, há um aspecto muito importante: a motivação que temos relativamente à nossa casa. geralmente as pessoas que vivem em casas alugadas não se esforçam muito por tornarem a sua casa naquilo que desejam, porque têm aquele sentimento de que um dia vão para outro lugar e por isso não vale o esforço. mas a mim, o que realmente condiciona a minha dedicação à casa, é a sua base de estilo, ou seja os materiais que a constituem e que lhe dão alma. por mais peças bonitas que tenhamos dentro de casa (e eu tenho uma bela colecção de móveis e peças de decoração que não trocaria por nada) e cortinas e tapetes, se não gostarmos do chão que pisamos é muito difícil gostarmos da casa. eu, por exemplo, tenho um problema com a minha cozinha e casa de banho, detesto os materiais, bem como as portas, e atenção que não é nada de extraordinário, até são simples, mas nunca vou conseguir me dedicar a tentar transformar essas divisões, porque o chão e as paredes não são removíveis, ou melhor são, mas a custos muito elevados.
por outro lado, há casas que parece que ficam bonitas sem sequer lhes tocarmos, apenas porque têm um chão bonito, paredes caiadas, portas de madeira, etc, etc. para mim, um bom exemplo de uma casa cuja beleza está na edificação e que não precisa de grandes decorações para ser absolutamente linda, é a casa da diane do blog mama xuxudidi. e eu também tenho uma casa dessas, linda, linda, mas a muitos Km daqui, que mesmo velha e rota tem um charme que não consigo explicar, e que talvez eu seja a única a ver, mas que me motiva a fazer as mais pequenas coisas e parece que de repente tudo fica quase, quase perfeito!

4 comentários:

  1. :) pois é, uma casa é uma história, é uma das relações (ou muitas) da nossa vida.
    tenho pensado muito nisso pq aqui em londres vim parar a uma casa onde n posso mudar nada e há dias em q me deprimo a olhar para a carpete azul ou o linóleo castanho na parede da cozinha! (sim é tão mau como soa)...
    ajuda claro pensar q é temporário e q não é a "minha" casa mas fico invejosa cada vez q me salta à vista uma casa bonita como essas.

    ResponderEliminar
  2. As dos outros e as nossas!!! Reconheço-me nessa de comprar tudo de uma só vez e no mesmo sítio, baratinho... mas que agora olho e já estou farta. E nem mesmo a propósito aqui estamos quase em estado de sítio com mobília e tralhas... Vou fazer um post sobre o assunto com direito a link para aqui! :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. como te percebo.
    vivo numa casa "antiga" recuperada com muita dedicação. tenho pena de não ter sido esta a minha primeira casa, para poder comprar móveis propositadamente para estes espaços.
    gosto muito, da minha casa, mesmo tendo portas empenadas e puxadores que, de vez em quando, se atiram ao chão!

    quanto ao material da cozinha e wc, existem agora algumas soluções de revestimento a colocar sobre o existente. tanto em termos de tinta como cerâmicos com 3mm de espessura...

    ResponderEliminar
  4. é tudo verdade. as saudades que tenho da minha anterior casa... só o chão de madeira e a luz que entrava pelas janelas faziam daquele espaço a minha casa.
    agora, aqui, não tenho esses elementos, a madeira é outra, mais nova e sem história e a luz é muito mais branca. tento encontrar pequenos nichos agradáveis e aos poucos a casa vai crescendo comigo e com os meus filhos.

    ResponderEliminar

AddThis